05.10.2017 | Pastoral

Cultura Franciscana é Desenvolver!

Nesta quinta-feira foi a vez do Centro Franciscano de Acolhimento (CFA) ser destaque nas Ações Pastorais que estão constituindo esta semana especial de celebrações. As famílias e participantes do projeto puderam ter o seu momento de Ação Pastoral, rezando e refletindo, sobre a fraternidade e o cuidado.

Reconciliação é sinal de Deus

E, pelo poder daquele homem santo, o lobo conseguiu compreender suas palavras, abaixou a cabeça como se estivesse dizendo sim e lambeu os pés de Francisco, em sinal de amizade. Os dois voltaram para a cidade e, nos olhos do lobo, via-se apenas uma grande doçura. Em uma cena inesquecível, em frente a todas as pessoas ainda assustadas da cidade, o lobo ergueu a pata juntando-a nas mãos de Francisco, selando, dessa forma, o pacto de convivência pacífica. O povo gritou de entusiasmo e alegria. Francisco finalizou: – Amado povo de Gúbio, peço que vocês mantenham a palavra de alimentar este lobo e tratá-lo como irmão. Todo o povo de Gúbio concordou emocionado.

Reze conosco!

“O encontro é outra coisa, é aquilo que o Evangelho hoje nos anuncia: um encontro; um encontro entre um homem e uma mulher, entre um filho único vivo e um filho único morto; entre uma multidão feliz, porque encontrou Jesus e o segue, e um grupo de pessoas, chorando, que acompanha aquela mulher, que saía de uma porta da cidade; encontro entre aquela porta de saída e a porta de entrada. Um encontro que nos faz refletir sobre o modo de nos encontrar entre nós”. (Papa Francisco)

Veja a galeria de fotos nesse link: Fotos

IMG_1361

Leia também